terça-feira, 1 de abril de 2008

Foto Paisagem

Paisagem natural

Ao fundo a Serra do Quincuncá, vista da estrada do Lamaju.

Fotos: Cícero Menezes

4 comentários:

eldon disse...

Foi pelos anos de minha infância e adolescência a cortina do meu quarto de dormir. Nem sempre com esse verde maravilhoso, às vezes sapecado... Com as queimadas naturais, ficava mais feio com as feitas pelos homens. Bem, mas antes da serra de Quincunca, "qui com q ou com k?,é o que pelo este mundo afora, me perguntam, quando falo desta formidável serra,(sei que a estrada faz um "S" de serra, sinal de imponência!), localizada no meu Quixará,melhor dizendo Farias Brito, que carinhosamente chamo de 'FB'. Lendo, vendo e navegando, por que não dizer, pelo rio Cariús, fiz um passeio historico e cultural, pela minha cidade natal. Rimou! Eu quando criança pensava nunca sair de Quixará,naquela época o transporte era jeep e caminhão...jegue também, quando saí, pensei que nunca iria mais voltar, a "mudernidade", trouxe-me de volta, encontrei meu torrão natal. Parabéns aos idealizadores do blog, aos escritores, aos artistas, aos fariasbritenses,isso sim é cidadania,é Farias Brito no "mundo globalizado" uhé! e antes? também o povo do mundo inventa cada coisa!

laice disse...

Eldon: como você falou bem de nossa terra. Que bom! se todos os fariasbritenses falassem tão bem se suas raízes como você!
E acima de tudo demonstrou orgulho em ser de Farias Brito!
Foi um prazer conhecê-lo.

Giudásio disse...

Estive pela sgunda vez no Quincunca em julho/2008,sou piloto de rally em motos;Fiquei tão empolgado com a natureza e as trilhas que aluguei um CG 125 para conhecer de Farias Brito a Lagoa Seca. Pena que a CG não foi a moto ideal. Em 2009 voltarei mas com e minha moto uma SAHARA 350 preparada, para tentar subir a serra, mas pela TRILHA !

Giudásio disse...

Quem vai ao Distrito do Quincunca tem que dá uma paradinha na Palhoça de Jairo as margens da barragem e tomar uma gelada e apreciar o clima e uma boa prosa.